Procura por cooperativas de crédito cresce no país

22 Agosto 2018
Author :  

Fabiana Conrado

De acordo com pesquisa divulgada pelo Banco Central (BC), a participação das cooperativas de crédito aumentou em todos os principais indicadores do Sistema Financeiro Nacional. Segundo relatório da autarquia, a carteira de crédito do segmento apresentou crescimento de 15% em 2017, superando a evolução já observada em 2016, que foi de 10%. Mas a pergunta é: você sabe o que é uma cooperativa de crédito?

 

O Sicoob Crediriodoce não é um banco, é uma Cooperativa de Crédito de livre admissão. Isso significa que não existem clientes e sim associados que possuem benefícios diferenciados. Mesmo não sendo considerada “banco”, as cooperativas têm os mesmos serviços de um. Guiados pela filosofia cooperativista, fundamentado na reunião de pessoas e não no capital, a Cooperativa visa às necessidades do grupo e não do lucro buscando prosperidade conjunta e não individual. Estas diferenças fazem do cooperativismo a alternativa socioeconômica que leva ao sucesso com equilíbrio e justiça entre os participantes.

Crescimento

Segundo o relatório do Sistema Nacional de Crédito Cooperativo, o número de cooperados cresceu 8% no ano passado, alcançando a marca de 9,6 milhões de cooperados, com destaque para o crescimento (19%) em pessoas jurídicas. Em média, o setor registrou adesão de 60 mil novos cooperados por mês. A carteira de crédito, a centralização financeira e os títulos e valores imobiliários (TVM) cresceram em torno de 15%, segundo o relatório. A inadimplência no segmento reduziu de 4% em dezembro de 2016 para 3,5% em dezembro de 2017.

As captações cresceram aproximadamente 16%, compostas majoritariamente pelos depósitos dos cooperados, e o capital das cooperativas se mostrou suficiente para cumprir com folga as exigências mínimas estabelecidas pelas normas em vigor, diz o Banco Central. Ainda de acordo com o relatório, o Índice de Basileia (IB) do segmento cooperativo de crédito manteve-se em torno de 30%, acima do índice do segmento bancário, de 18%. As cooperativas com sede nas regiões Sul e Sudeste concentraram, respectivamente, aproximadamente 50% e 30% dos ativos totais do setor.

Novidades na Cooperativa

Mais uma facilidade oferecida pelas cooperativas de crédito agora estão voltadas para as Prefeituras e órgãos e entidades/empresas controladas pelos municípios. É que de acordo com a Lei Complementar 161/2018, as cooperativas financeiras passam a receber depósitos dessas instituições. Antes da medida, as cooperativas já eram autorizadas a prestar um conjunto de outros serviços ao poder público local, como arrecadação de tributos e pagamento da folha de proventos dos servidores. Com o acesso aos depósitos fica vedada apenas a concessão de empréstimos, já que continua desautorizada a associação dos municípios.

Fonte de dados: Agência Brasil/Sicoob Oficial

494 Views
Jornal AgroNegócio

Jornal AgroNegócio 12 anos.

Login to post comments
We use cookies to improve our website. By continuing to use this website, you are giving consent to cookies being used. More details…